Fertility

TESE Microcirúrgica

Últimas notícias

Para esta técnica é necessário um microscópio operatório, material microcirúrgico especial, e um profissional com habilidade em microcirurgia. O procedimento é realizado em centro cirúrgico sob anestesia geral ou raquidiana.

A técnica da TESE com Microdissecção foi desenvolvida pelo urologista norte-americano P. Schlegel em 1999. É feita uma incisão testicular longitudinal na cápsula que reveste o testículo (túnica albugínea) com exposição do interior do testículo (parênquima testicular). O parênquima testicular é composto por muitos túbulos enovelados (túbulos seminíferos) responsáveis pela produção de espermatozoides.

Acredita-se que mesmo nos pacientes com falência no processo de produção de espermatozoides (espermatogênese), possam ser encontrados nas regiões mais vascularizadas, alguns túbulos onde a espermatogênese esteja funcionante. Estes túbulos são mais dilatados que os demais e sempre se localizam próximos aos vasos sanguíneos. Pela TESE microcirúrgica, estes túbulos são procurados com o auxílio do microscópio que permite um aumento de até 30x. Uma vez encontrados, são retirados fragmentos de 10 gramas, na busca de espermatozoides para a ICSI.

Procedimento realizado em hospital sob anestesia geral.

Micro TESE 1

Incisão da túnica albugínea.

Micro TESE 2

Túbulo seminífero (local de produção de espermatozoides) visto ao nível microscópico.

Micro TESE 3

Lâmina contendo amostra do tecido testicular.

Micro TESE 4