INFERTILIDADE DE A a Z


Letra C

Capacitação
Processo bioquímico e estrutural que o espermatozoide sofre no aparelho reprodutor feminino, preparando-o para fertilizar o óvulo. 

Cateter
Instrumento de material sintético (silicone), com conexão para seringa numa extremidade e orifício de saída em outra que serve para transportar espermatozoides ou pré-embriões ao útero. 

Corpo lúteo
Estrutura que se origina no folículo pós-ovulatório e que é responsável pela produção hormonal da segunda fase do ciclo menstrual (progesterona e estradiol). 

Cromossomo
Parte do núcleo celular contém o material genético e existe em número de 23 pares (autossômicos) e 1 par sexual (46 XX para mulher; 46 XY para homem). 

Letra D

Dopplerfluxometria
Exame ultrassonográfico que utiliza o princípio do Doppler para avaliar e medir o fluxo sanguíneo nos órgãos e tecidos. 

Letra E

Embrião
Fase em que o produto da concepção está implantado no útero, após a formação da notocorda. 

Endométrio
Camada funcional que reveste a cavidade interna do útero, modifica-se de acordo com os hormônios ovarianos preparando-se para a implantação do pré-embrião, ou desestrutura-se originando a menstruação. 

Espermatozoide
Célula do aparelho reprodutor masculino responsável pela fecundação do óvulo, também chamada gameta masculino. 

Letra F

Fase lútea
É a fase do ciclo ovariano que se segue após a ovulação, caracterizada pela formação do corpo lúteo, produção de progesterona e modificações no endométrio para a implantação do pré-embrião. 

Fator peritonial
É a causa de infertilidade feminina decorrente de alterações inflamatórias, infecciosas ou cicatriciais cirúrgicas na membrana intra-abdominal que reveste as tubas, o útero e os demais órgãos na pelve, impedindo a captação ovular e seu transporte. 

Fecundação
Penetração do espermatozoide no óvulo, resultando na fusão do material genético, formando-se então o embrião. 

Feto
Período de vida do produto conceptual que segue da 11ª semana até o nascimento. 

FIV (fertilização in vitro)
Técnica de Reprodução Assistida em que os espermatozoides são colocados juntos com os óvulos após preparo, no Laboratório, para que haja a fecundação. 

Folículo
Estrutura cística fisiológica do ovário que surge após modificações nos folículos primordiais, contém o óvulo que se desenvolve no seu interior. 

Letra G

Gameta
Uma célula reprodutiva, pode ser um óvulo ou um espermatozoide. 

Gonadotrofinas
Hormônios produzidos na hipófise e placenta, que estimulam as gônadas e, na grávida, promovem a sustentação da gestação. 

Letra H

Hiperprolactinemia
Disfunção da glândula hipófise que causa hipersecreção de prolactina, hormônio que atua na formação de leite nas mamas e tem efeito no ciclo ovulatório. 

Hipófise
Glândula localizada no cérebro que controla através de hormônios outras glândulas, como os ovários e testículos. 

Hipogonadismo Hipogonadotrófico
Condição em que as gônadas não funcionam adequadamente por falta de estímulo hipofisário. 

Histerossonografia
Exame ultrassonográfico que utiliza líquido para a dilatação e contraste da cavidade uterina. 

Letra I

ICSI (Injeção Intracitoplasmática de Espermatozoide)
Técnica de Reprodução Assistida, em que o espermatozoide é injetado no interior do óvulo por processo de micromanipulação. 

ISCA (infertilidade sem causa aparente)
Condição do casal em que não se consegue a reprodução apesar dos exames especializados estarem dentro da normalidade, portanto, sem uma causa definida a princípio. 

Implantação
O mesmo que nidação, é a fixação do pré-embrião no endométrio. 

Letra M

Muco cervical
Substância produzida e secretada pelo colo uterino que auxilia no transporte, seleção e capacitação dos espermatozoides que penetram pela vagina e no orifício uterino. 

Letra O

Ovário
Gônadas femininas responsáveis pela produção dos óvulos e hormônios. 

Óvulo
Célula reprodutora feminina, também chamada oócito ou gameta feminino. 

Letra P

Pré-embrião
Um óvulo fertilizado no estágio inicial de desenvolvimento antes da implantação. 

Letra S

Sexo cromossômico
Referente ao arranjo dos cromossomos X e Y, responsáveis pela definição sexual genética do indivíduo. 

Síndrome dos ovários micropolicísticos
Condição que reúne alterações hormonais e estruturais ovarianas e sinais e sintomas clínicos decorrentes da anovulação crônica. 

Síndrome de Down
Conjunto de sinais e sintomas decorrentes de anormalidade cromossômica (trissomia do par 21), que afeta o indivíduo desde a sua concepção. 

Letra T

Testículos
Gônadas masculinas responsáveis pela produção de hormônios e espermatozoides, localizadas na bolsa testicular. 

Letra V

Vasectomia
Cirurgia em que se seccionam os ductos deferentes que levam os espermatozoides dos testículos à uretra, para fins contraceptivos. 

Varicocele
Doença em que ocorre a dilatação das veias do cordão espermático. 

Letra Z

Zona pelúcida
Camada que envolve o óvulo e que deve ser transposta pelo espermatozoide para que ocorra a fecundação; persiste no óvulo fecundado até que o pré-embrião sofra a eclosão para sua implantação no útero. 

 

 

×