Cresce o número de mulheres que buscam congelar óvulos para aumentar chances de engravidar mais tarde

Publicado 28 de abril de 2021 por larissa. Atualizado 12:21.

Aumento alcançou 40% durante a pandemia

 

“Você já pensou em congelar os seus óvulos?” A pergunta que tem entrado na rotina de check-up das mulheres perto dos 30 anos nos consultórios ginecológicos é carregada de implicações. Será que a paciente quer eventualmente ser mãe? Será que está em um relacionamento sério ou toparia uma produção independente? Será que pode arcar com os custos, que costumam variar de 12 000 a 30 000 reais? As perguntas são muitas, mas diante do relógio biológico correndo (e das tantas incertezas que a Covid-19 escancarou), a procura pelo procedimento cresceu significativamente de 2019 para 2020 — e promete seguir a tendência em 2021.

 

Leia a reportagem completa: Revista Veja SP

 

 

 

 

×