Processamento seminal e utilização da técnica de ICSI em casais sorodiscordantes para o HIV-1

Publicado 28 de janeiro de 2015 por Alex Piaz. Atualizado 20:15.

Com os avanços na terapia antiretroviral para indivíduos infectados pelo HIV-1, aumentou a procura das técnicas de reprodução assistida por casais sorodiscordantes que almejam ter um filho biológico saudável. A associação de técnicas para processamento seminal em homens infectados pelo HIV-1 vem sendo utilizadas com sucesso. Este trabalho tem como objetivo relatar três ciclos de tratamento de reprodução assistida em dois casais sorodiscordantes, onde o homem é infectado pelo HIV-1. Em nosso estudo sugerimos uma modificação na técnica habitualmente utilizada para casais sorodiscordantes, que consiste na utilização de antibioticoterapia prévia com intuito de reduzir o número de linfócito e macrófagos no ejaculado, seguida da associação de técnicas para processamento seminal, sperm wash, gradiente descontínuo de densidade e swim-up. A criopreservação e validação da amostra por PCR foram realizadas possibilitando maior confiabilidade para os procedimentos de reprodução assistida, e técnica de ICSI, que não depende do número final de espermatozóides móveis obtidos, além de contribuir para a redução no risco de transmissão do vírus, parece ser o método de escolha nestes casos.

×

Powered by WhatsApp Chat

×